Juruá

Cruzeiro do Sul e munícipios afetados pelo racionamento de energia sofrem também com abastecimento de água

Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Rodrigues Alves e Guajara(AM) sofrem com o racionamento de energia ocasionado pelo incêndio na Usina da Guascor no dia 03 de Janeiro. Toda essa problemática da energia originou uma outra situação nada agradável, pois com o racionamento o abastecimento de água realizado pelo Depasa fica totalmente comprometido.

Em Cruzeiro do Sul existem 36 poços localizados em diversos bairros, tem a estação de tratamento e a capitação que joga água do igarapé para a estação de tratamento e tudo depende do fornecimento elétrico para funcionar normalmente. Dessa forma, quando houve a paralização da energia houve um comprometimento no abastecimento de água realizado pelo Depasa em Cruzeiro do Sul e demais municípios.

José Maria, coordenador do Depasa do Juruá, fala sobre o racionamento de água que está acontecendo nos municípios afetados pela problemática da energia.

“Em Cruzeiro do Sul e nos demais municípios que foram afetados pela parte elétrica, estamos com o racionamento de água, pois precisamos da energia para o funcionamento das bombas nos poços e também da capacitação e estação. Quanto paralisou a energia no total também paralisou todo nosso sistema de abastecimento. E quando falta energia nos bairros também afeta o abastecimento dos reservatórios dos mesmos.” afirmou ele.

José Maria também fala sobre a situação do abastecimento de água do município de Mâncio Lima.

“Em Mâncio Lima há 7 poços que faz o abastecimento de água e alimenta os reservatórios. Como houve queda de energia e também está sofrendo com o racionamento a situação é a mesma.”

O mesmo também fala da problemática enfrentada na estação de tratamento do município de Cruzeiro do Sul.

“A capitação que joga a água para a estação de tratamento sofre o mesmo problema dos poços. Nós ficamos sem energia das 20:00 até 02:00, todo esse tempo sem tratar água e sem abastecer a comunidade.”

Preocupado com a situação, José Maria faz apelo a sociedade para que haja uma econômia de água.

“Nós estamos fazendo um apelo, um pedido aos nossos usuários, a comunidade de Cruzeiro do Sul, de Mâncio Lima e dos demais municípios que são atingidos com a água abastecida pelo Depasa que nos ajude, economize, porque faltou energia nesses bairros também faltou água. Sem energia não tem como abastecer os reservatórios e consequentemente não tem como abastecer os usuários.”

Na tentativa de resolver essa situação, o coordenador do Depasa informou que ia conversar com o representante da Eletrobrás para juntos encontrarem uma forma de resolver a situação.

“Nós estamos abrindo um canal de conversa com a Eletrobrás, no sentido de que a capitação e a estação de tratamento possa também, nesse período, ficar com a energia ligada direto. Caso isso não aconteça, nos teremos um problema maior que será a falta de água em Cruzeiro do Sul.” enfatizou o coordenador.

A situação fica cada dia mais difícil para o cidadão, tendo que conviver com ruas esburacadas, criminalidade, aumento de impostos, racionamento de energia e agora dificuldade no abastecimento de água. Infelizmente só resta a sociedade esperar pela misericórdia do Poder Público para sanar esses problemas e tudo voltar a normalidade.

Informações Lidiane Gaspar

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Mais lidas da semana

Subir