Política

ILDERLEI NA BERLINDA: aliados cobram do prefeito uma solução para os problemas de Cruzeiro do Sul

O DESGASTE DE ILDERLEI COMEÇA A INCOMODAR OS ALIADOS

O desgaste do prefeito Ilderlei Cordeiro começa a incomodar aliados de primeira hora, como o senador Gladson Cameli. Em sua agenda durante o fim de semana, em Cruzeiro do Sul, Cameli tratou com membros da oposição e com o próprio prefeito sobre o desgaste.

A briga com Leão do Juruá

Fonte revelou a coluna, que uma das questões que mais tem incomodado Gladson Cameli é o ‘racha velado’ de Ilderlei com o Grupo do ex-prefeito Vagner Sales.

Chamando o afilhado as favas

Em reunião na casa do Senador Gladson Cameli, de Cruzeiro do Sul, no último sábado (6), Gladson que é um dos padrinhos políticos de Ilderlei Cordeiro (MDB), cobrou do prefeito, solução para ‘a briga’ com o Clã dos Sales e uma reação diante do desgaste acumulado em 2017.

O peso do desgaste

Fonte revelou a coluna, que Gladson Cameli estaria preocupado com o desgaste do prefeito. Cameli não quer ter que carregar o peso do desgaste de Ilderlei em seu palanque.

Quem pariu Ilderlei que o embale!

Não tem outro jeito, ilderlei Cordeiro é cria do Senador Gladson Cameli e do ex-prefeito Vagner Sales, se a cidade está um caos, a culpa inegavelmente também é deles. Quem pariu Ilderlei que o embale!

Até os tucanos

Até mesmo tucanos, como o deputado estadual Luiz Gonzaga (PSDB), têm reclamado dos problemas da gestão Ilderlei Cordeiro. Em seu perfil oficial no facebook o deputado reclamou da falta de coleta lixo, dos urubus, e da precária limpeza das ruas do município.

O dasabafo

“Uma cidade do porte de Cruzeiro do Sul, não pode ficar refém dos urubus, sujeiras e mato tomando conta das ruas. O prefeito deve cuidar bem da cidade. Absurdo, a segunda maior cidade do estado do Acre nesta situação.” Desabafou Gonzaga.

O churrasco

Outro fato que vem rendendo dissabores a Cameli, foi sua inda em estilo ‘ostentação’ a um churrasco na fazenda do ex-prefeito Vagner Sales (MDB). Gladson até tentou esconder o fato, mas, seus assessores postaram fotos nas redes sociais e o senador acabou tendo que dar explicações do pouso de helicóptero a ‘Fazenda dos Sonhos’ dos ex-prefeito, ostentando, justamente no memento em que Cruzeiro do Sul e região viviam o trauma de um semi-apagão.

Salud, Senador!

Depois de um final de semana corrido e animado, começando pela reunião sem público em Marechal, ida de helicóptero até a fazenda do ex-prefeito Vagner Sales, no domingo (07) – sob pretexto de que teria que agir para resolver a crise energética por que passa a região, O Senador Gladson Cameli abandonou reunião em Mâncio Lima e deu entrada no PS do Hospital do Juruá. Quadro alérgico… Uma certa intoxicação. Seria por esgotamento físico decorrente da agenda puxada?

De volta a sena

Depois de um tempo sem dar declarações a imprensa, desde que saiu da prefeitura o Leão do Juruá voltou a dar o ar da graça. Na manhã desta terça (9), o ex-prefeito concedeu entrevista ao jornalista Adelcimar Carvalho da Radio Integração, e não fugiu das perguntas embaraçosas.

Admiti os problemas

Na entrevista o ex-prefeito foi perguntado sobre as críticas ao atual prefeito Ilderlei Cordeiro. Em sua resposta, Vagner Sales, disse que não cabe a ele julgar, mas admiti que foram cometidos muitos erros na atual gestão. Sales disse também torcer para que o prefeito faça uma alto-critica e consiga acertar mais em 2018. “Eu moro em Cruzeiro do Sul, e não quero ver uma cidade esculhambada!” disse.

Solução à vista

A solução definitiva para o problema do apagão parcial porque passam Cruzeiro do Sul e região já está em solo tupiniquim. Chegou hoje terça feira (9), em Cruzeiro do Sul, três das cinco Unidades Geradoras que irão resolver o problema. A previsão da Eletrobrás, é que se o clima ajudar, até o fim de semana 95% da capacidade de geração da empresa já estará reestabelecida.

Calote

Um vereador de Cruzeiro do Sul, famoso na praça por dar calotes em seus credores, esteve na tarde de segunda (8), pelos corredores da cidade da Justiça, tendo que se explicar em questões trabalhistas. O que não foi discutido na audiência, certamente, é o fato do cidadão denunciante, dividir a época da denúncia, uma assessoria com mais três pessoas, a mando do vereador. Isso pela legislação é crime, abre o olho vereador!

O Povo contra a câmara II

Mais um capitulo da queda de braço entre o prefeito Ilderlei Cordeiro, a câmara municipal e a sociedade cruzeirense, se deu na manhã de ontem na sede do MP. Movimentos Sociais protocolaram junto ao Ministério Público, o pedido de anulação da sessão que aprovou a prestação de contas do Ex-prefeito Vagner Sales, e a bitributação no caso da taxa de coleta de lixo.

Ação e reação

Decisões impensadas na vida geram dissabores e arrependimento, as consequências via de regras são amargas. Já na politica costumam gerar a fúria popular, chamar para perto o que todo politico costuma temer, protestos, manifestações e desgaste. O mais sensato em momento em que se esta acuado é recuar. No caso da câmara municipal de Cruzeiro do Sul não parece ser o caminho que os vereadores desejem adotar, muito menos o prefeito. Enquanto isso a bolha vai crescendo e até mesmo aliados já começam a demonstra antipatia ao prefeito e os vereadores. Recuar nem sempre significa fraqueza, na política, recuar é um artificio de saída honrosa e um caminho para a reconciliação com a vontade popular. Ainda que não haja anulação da tal taxa pela justiça, ela é extremamente impopular, ainda vai render muito desgaste a atual legislatura que será marcada pela aprovação dessa fatídica taxa.

Por Luiz Carlos Rosa

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Mais lidas da semana

Subir