Colunas

No olho do furacão: efeito Deda abala as estruturas do PDT

A possível filiação da deputada Maria Antônia, vem dando o que falar dentro do partido democrático trabalhista acreano. Nem bem foi anunciado o convite feito pelo presidente Luiz Thê e já causou um racha dentro da legenda.

Heitor Junior e Paulo Soriano

Uma ala do Partido se posicionou contra a vinda da deputada. O deputado Heitor Junior, e o PDT do Juruá, ligado ao presidente do diretório de Cruzeiro do Sul, Paulo Soriano, entendem que o partido não pode ser abrigo, para quem não se preocupou em organizar um partido e agora quer usar o PDT como barriga de aluguel.

Afugenta candidatos

Falei com o presidente do diretório de Cruzeiro do Sul, Paulo Soriano, que disse que não há briga. Que ele mesmo conversou com o deputado Heitor Junior, e que Heitor disse ser contra, porque a vinda da deputada, afugenta a filiação de possíveis candidatos, e pode impulsionar a saída de quem queira ser, e já esteja na legenda.

Pode sair

A prevalecer a vontade da ala ligada ao Thê, com a chegada de Maria Antônia, Deda e companhia limitada, o deputado Heitor Junior pode deixar a legenda. Até entre membros conceituados do partido, já há quem diga, que com essa postura Heitor caminha para sair da legenda.

O PDT é minha casa
A coluna procurou o deputado Heitor Junior, e quando perguntado se ele deixaria a legenda, disse: “o PDT é minha casa, temos divergências. Mas, o tempo se encarregará de por as coisas em ordens. Sou líder do PDT, sou presidente da CCJ, estou fazendo um belíssimo mandato. Isso tem incomodado pessoas e grupos políticos. Estou firme na minha reeleição no PDT”.
Sou totalmente contra sua vinda ao PDT
Sobre Maria Antônia: “É uma parlamentar que tem uma atuação assistencialista, ajuda muitas pessoas. Mas, não vai contribuir em nada em nosso projeto político de ação trabalhista, em defesa do trabalhador. Nossa bandeira de luta Brizolista. Sou totalmente contra sua vinda ao PDT, tenho muito respeito pela Maria, mas ela iria espantar, brecar a vinda de candidatos. Muitos candidatos não vão se filiar ao PDT com a entrada dela.” Disse a coluna Heitor Junior.

A posição do Thê

O presidente do PDT Luiz Thê, e a ala orgânica do partido entendem que a vinda da deputada é boa, e mantém o convite a Maria Antônia. “O convite está feito, Maria Antônia só não vem se não quiser”, me disse um membro do alto Clero Trabalhista, ser a posição do Thê.

Posição oficial do PDT

“O partido não é pensado para um parlamentar, é pensado como uma instituição que nasce ainda da ditadura militar e que tem como princípios as bandeiras trabalhista e de educação. Não existe espaço para política particular e muito menos para política pequena. O PDT é o partido que mais cresce hoje, e continuará crescendo, pautado em seus princípios. Hoje precisamos de mais organicidade partidária. O partido está acima das pessoas”. Disse a coluna um membro da executiva do partido, deixando bem clara sua posição, e a da legenda.

Jogo duro

O PP continua fazendo jogo duro, quando a Assunto é a coligação para deputado federal. O presidente da legenda José Bestene, mantém a disposição de o partido sair puro sangue, com seu 16 candidatos. O problema é que o PMDB conta com o PP no chapão, e promete retaliar Gladson Cameli caso os progressistas não mudem de ideia.

A reação do PMDB

O movimento do partido progressista, de montar uma chapa própria para deputado federal, vem causando reações dentro do PMDB, já que isso atrapalha os planos do Chapão, que é o sonho de Vagner e Flaviano. Isso já começou a causar estragos dentro da oposição.

Vão retaliar

Membros dos grupos ligados ao deputado Flaviano Melo e ao ex-prefeito Vagner Sales, já começaram a dizer que ou o PP recua, ou Gladson vai perder apoios importantes do PMDB.

De Marcus Alexandre

A ala mais radical do PMDB de Cruzeiro do Sul, já diz abertamente, que se o PP insistir nessa de puro sangue federal, vão apoiar e votar no candidato da FPA Marcus Alexandre.

Cacique Suplente

O PCdoB está com o cenário definido para 2018. Quer eleger dois deputados estaduais e a ex-deputada Perpétua Almeida federal. Mas o que está na pauta da hora, no ceio comunista, é emplacar o deputado Moisés Diniz como primeiro suplente do senador Jorge Viana, e participar diretamente da chapa majoritária.

Participar do Debate

Um comunista de alta patente, revelou a coluna que o PCdoB não abre mão de participar do debate da chapa majoritária, e que o partido não se vê fora da composição. Caso contrário, o partido deve concentrar todas as suas forças na eleição de seus candidatos a deputados, deixando a campanha majoritária em segundo plano.

Parece que agora vai

Fonte revelou a coluna, que a novela do Vice de Gladson Cameli esta perto de um final feliz. Segundo membro do centro nevrálgico da oposição, a decisão já teria sido tomada, o vice é mesmo do PSDB. Mas o anúncio deve ficar apenas para 2018.

Vice da Frente

Já na FPA a escolha do vice não deve demorar a ser anunciada, com a efetivação do nome do prefeito da capital Marcus Alexandre como candidato a governador, o PDT deverá ser o partido da vez com a indicação de Emylson Farias como candidato a vice-governador compondo a chapa majoritária que concorrerá ao Palácio Rio Branco.

Reposta da deputada

Depois da última coluna, sexta (13), me faz contato a deputada Jéssica Sales, como sempre, muito atenciosa com a imprensa, para dizer que esteve sim na Vila Assis Brasil, prestigiando o musical “The Voice”. Mas, que não cancelou nenhuma agenda para isso, que o evento constava de sua agenda oficial. Pronto, não doeu nada viu, feito registro.

Mãos de Tesoura II

Depois de três demissões em massa só este ano, o prefeito Ilderlei Cordeiro deve continuar demitindo nos próximos dias. Fonte segura garantiu a coluna, que os novos cortes devem ocorrer em cargo comissionados indicados pelo ex-prefeito Vagner Sales.

Cara nova a gestão

Ilderlei quer dar uma cara própria a sua Gestão, e para isso deve trocar alguns membros da base do ex-prefeito, por gente sua. Demite agora para contratar mais na frente.

Esforço em Vão

De nada adiantou, portando, a conversa ocorrida com o presidente do PMDB/CZS, Jonathan Donadoni, para resolver o empasse entre Vagner e Ilderlei, e reverter as demissões da última semana. O homem vai sim continuar demitindo.

O Leão Furioso

Depois de a coluna ter dado em primeira mão a briga entre os dois grupos do PMDB de Cruzeiro do Sul, um militante histórico do PP, teria compartilhado em todos os grupos da oposição acreana, a coluna: “acabou a lua de mel: azeda o clima entre Ilderlei Cordeiro e Vagner Sales”, dando visibilidade ao racha. Vagner Sales não teria gostado nada da gracinha e chamou no saco o progressista de raiz.

Porque ele vem pra cima de mim, em?

Por telefone o militante progressista disse a coluna: “porque ele não ficam com raiva de tu, que é o dono da coluna, em? Porque o Vagner fica com raiva é de mim, que compartilho? Muito bonito isso. Tu posta e eu levo a culpa!”

Calma Leãozinho!

Calma Leãozinho, a coluna posta fatos. Se houve briga, e se existe racha no PMDB/CZS nós apenas damos eco, e sempre garantiremos os dois lados da moeda. Querendo responder a porta está sempre aberta. Mantenha a calma, e pare de gritar com os aliados, isso não pega bem.

COLUNA POLÍTICA EM FOCO
Por Luiz Carlos Rosa

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Mais lidas da semana

Subir