Acre

Reviravolta: Petecão pode Ser Candidato a Deputado federal.

Sérgio Petecão, Gladson Cameli
Chega a coluna, informação que causa uma reviravolta no tabuleiro político acreano. Um cacique oposicionista, revelou que o Senador Sérgio Petecão pode não disputar a reeleição ao senado em 2018. Petecão estaria descontente com a prioridade dada a candidatura de Marcio Bittar, e seu grupo político avalia, que sem contar com o apoio de 100%, das forças da oposição, seria um risco sua candidatura. De maneira que, o Senador vê como um caminho seguro uma candidatura a deputado Federal.
Reviravolta I
Em reunião de caciques da oposição em Rio Branco. Segundo relatado a coluna, o PMDB, não teriam abonado o nome da jornalista Mara Rocha, como indicada a vice na chapa do Senador Gladson Cameli, para as eleições do ano que vem. Segundo apurado pela coluna, isso teria desagrado, e muito, o deputado federal Major Rocha. A situação caiu como um balde de água fria nas pretensões dos tucanos. No entanto, seja como for, um membro do alto escalão progressistas, garantiu a coluna que a indicação caberá exclusivamente ao senador Gladson Cameli, que não tem nenhuma pressa para isso.
Tucanos eufóricos
Com o possível recuo do Senador Petecão, os tucanos estão eufóricos. Além ter a vice assegurada, surge a oportunidade que partido tanto esperava de disputar a vaga ao senado federal. O deputado federal Major Rocha, estaria só esperando, o anúncio oficial da desistência de Petecão, para anunciar uma candidatura tucana ao Senado em 2018. Isso muda todo o jogo no tabuleiro tucano.
Tabuleiro tucano
No caso de uma reviravolta, em que a pressão do PMDB, venha a fazer Gladson não indicar Mara Rocha como sua vice. Isso pode botar os tucanos, na briga pelo senado, Rocha pode indicar a irmã, para disputar a vaga ao senado federal. Com isso, tanto Petecão, como Marcio Bittar, teriam que conviver com seu pior pesadelo, que é: o risco da oposição, rachada, não fazer nenhum senador em 2018.
Vai Cair
E a dança das cadeiras continua na prefeitura de Cruzeiro do Sul. A mudança dessa vez, é o secretário de administração: Ivo Galvão. Membro do alto escalão da gestão do município, confirmou a coluna que Ivo Galvão, deverá deixar a pasta. A fonte afirmou que o prefeito Iderlei Cordeiro, já teria comunicado Galvão de sua saída, e que estão apenas discutindo um nome para substitui-lo.
Volta por cima
Depois de muitas reviravoltas, e até algumas polêmicas, o ex-secretário administração da prefeitura de Cruzeiro do Sul, Manfrine Costa, deverá voltar à gestão do município. Fonte segura, afirmou a coluna, que após uma conversa com o prefeito Ilderlei Cordeiro, Manfrine Costa retornará à prefeitura. Resta ainda definição, se como secretário ou apenas na assessoria do prefeito.  Estão sendo acertados, os últimos detalhes, para o retorno de Manfrine Costa, ao primeiro escalão da prefeitura municipal de Cruzeiro do Sul. Parece que a Maria Clara Alcântara, e uma outra figura poderosa da política cruzeirense, terá que chupar mais essa manga. Quem é rei, nunca perde a majestade.
E não para por ai
E não para por ai, pelo menos mais uma, ou duas mudanças, devem ocorrer em breve, no primeiro escalão da gestão municipal cruzeirense. Fonte revelou a coluna, que o prefeito Iderlei Cordeiro, estaria descontente com o comando de algumas pastas. Além do que, precisa reacomodar as forças políticas do município, de olho em 2018. Portando aguardem, novas mudanças estão por vir.
Estaduais do Juruá
O vale do Juruá sempre oferece bons nomes nas disputas para a ALEAC. Dessa vez não será diferente, teremos desde nome consolidados, e testados nas urnas como: Jonas Lima, Josa da Farmácia, Maria Antônia, Antônia Sales, Nicolau Júnior e Luiz Gonzaga, até neófitos como: Emerson Amorim. E outros que já tentaram sem sucesso como: Ildson Morais.
O Eré voltou
Depois de ser candidato a deputado estadual em 2014, como Ildson Morais, o Eré está de volta. Ildson, deverá ser o candidato do DEMOCRATAS na região do Juruá. O jovem que é uma promessa da política regional, deverá se apresentar como: Eré Morais. Eré, está muito motivado para 2018. Se conseguir juntar, todo o partido na região, em torno de sua candidatura, Eré Morais, poderá ser uma candidatura com potencial.
Com a faca nos dentes
O grupo político do empresário Rudilei Estrela, botou a faca nos dentes. As articulações estão intensas, pelos menos quatro vereadores da base do prefeito Iderlei Cordeiro, e um pré-candidato a deputado estadual, revelaram a coluna, já ter fechado com Estrela. As conversas não param, Irlandio Cordeiro, irmão do prefeito Iderlei Cordeiro, afirmou em conversa na camara municipal de Cruzeiro do Sul: “nós vamos pra cima, com o Rudilei”! A se manter nessa pegada, esperem um Rudilei Estrela competitivo nas eleições do ano que vem.
Cultura em cheque
Membros de movimentos culturais e empresários do seguimento, em Cruzeiro do Sul, estariam descontentes com a condução da secretaria no município. Um empresário do ramo de entretenimento, revelou a coluna, que esperam do prefeito Iderlei Cordeiro, mudança no comando da secretaria. Segundo apurado pela coluna, essa é uma das mudanças esperadas para os próximos dias.
Carla Brito estadual?
Depois de especulação, se poderia ser indicada como vice na chapa de Marcos Alexandre, chega informação a coluna, que o provável caminho, da Candidata da FPA nas última eleição municipal em Cruzeiro do Sul, Carla Brito, seja como candidata a deputada estadual. Quem não deve está nada satisfeita com essa candidatura, é a deputada estadual Maria Antônia (PROS), que segundo apurado pela coluna contava com esse apoio para sua reeleição.
Repercutiu
Repercutiu muito, nos bastidores políticos do Juruá, a inda do vereador Clodoaldo Rodrigues para o partido progressistas. Rodrigues, ao lado de Elenildo da Pesca, deve dar um gás nas pretensões do PP no parlamento mirim cruzeirense. Sem contar, que como vereadores do partido, que vai capitanear as oposições na próxima eleição, pode ser necessário, que ambos ofereçam um sacrifício extra em 2018.
O poder
O poder é repugnante, assim como tudo que o cerca. Para quem não o conhece, é doce como um favo de mel,  motivo de cobiça, o objetivo de uma vida. Mas, quanto mais perto se chega, exala um cheiro fétido, a podridão aflora, e embora seja necessário, quem cultua valores, e dele se aproxima, sente vontade de ficar cada vez mais longe.
Por Luiz Carlos Rosa

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Mais lidas da semana

Subir