Acre

Policia Civil deflagra operação “Horizonte” e cumpre 68 mandados de prisão

Nas primeiras horas desta terça-feira, 14, a Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigações Criminais (DIC) deflagrou a 1ª fase da operação “Horizonte”, em Rio Branco e cumpriu 68 mandados de prisão, sendo a sua maioria, cumpridos dentro do presídio a pessoas que cometeram crimes enquanto ainda estavam em liberdade.

Fora da penitenciária, foram presos Weverton da Rocha de Souza, de 20 anos, Lucas Silva de Lima, de 21 anos, Joabe Freire dos Santos, de 28 anos, e Ismailan de Castro, de 20 anos. Todos estavam considerados foragidos da justiça e tiveram seus mandados cumpridos na manhã de hoje.

“Na ação de hoje, que deu cumprimento a mais de 60 mandados de prisão, demos início a nova reestruturação das delegacias especializadas de combate ao crime, pois essas ações se dá graças aos investimentos do governo do Estado na Policia Civil.

Paralelo à operação Horizonte, a Polícia Civil, através da Delegacia de Combate ao Crime Organizado (DECCO) e Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) deram apoio ao Ministério Público, à terceira fase da “Operação Midas”, cumprindo outros mandados de busca e apreensão.

Mudanças refletem nos desdobramentos das ações

O Secretário de Polícia Civil do Acre, Carlos Flávio Portela, realizou diversas mudanças administrativas na direção das delegacias com o intuito de otimizar os trabalhos desenvolvidos pelos investigadores.

“Para melhorar o atendimento ofertado a população acreana realizamos algumas mudanças em delegacias da capital, pois esses são necessárias para que as investigações possam ganhar maior celeridade nos processo que envolve o trabalho das delegacias especializadas e valorizando o trabalho dos agentes de polícia civil”, explicou Portela.

O delegado Pedro Henrique, que era responsável pela 4ª Regional e delegacia do Bujari, passa a coordenar a DECCO e DRE, já o delegado Odilon Vinhadelli Neto, irá compor a Delegacia de Combate a Roubo e Extorsão (Decore) juntamente com o delegado Sérgio Lopez. A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), permanece com os delegados Rêmolo Diniz e Cristiano Bastos, o delegado Fabrízio Sobreira assumi a função que antes era do delegado Pedro Henrrique.

Assessoria Sisp

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Mais lidas da semana

Subir