Acre

Polêmica: efeito Bolsonaro divide Cruzeiro do Sul

A onda Bolsonaro chegou em Cruzeiro do Sul e dividiu opiniões, roubando a cena nas ruas e nas redes sociais. Tudo por conta da instalação de um outdoor do pré-candidato a presidência da república da estrela direita, Jair Bolsonaro, na  tradicional escadaria da escola São José, entre as avenidas 15 e 17 de novembro, na região central de Cruzeiro do Sul.
Foram varias as postagens e compartilhamentos, um grupo inclusive posou para fotos em frente ao outdoor, e se intitulam apoiadores de Bolsonaro em 2018. O que  gerou, imediata reação de grupos contrários a candidatura e as ideias do Capitão Jair Bolsonaro.
Falamos com o assessor parlamentar Paulo Henrique Maciel, um dos apoiador de Bolsonaro em Cruzeiro do Sul, que declarou: “acho válida a manifestação, é uma forma de mostrar que Bolsonaro tem apoiadores em Cruzeiro do Sul, e também uma forma de responder a esquerda, que destruiu o país. Mostrar que não apenas eu, mais milhares de cruzeirenses também votam em Bolsonaro em 2018”.
Para o professor Romisson Santos: “Bolsonaro é uma figura remanescente do autoritarismo. É a maior expressão do conservadorismo. E isso é muito ruim para qualquer nação, em qualquer tempo”. Pensamento parecido ao do engenheiro agrônomo Marcio Lima que disse: “Nada contra aqueles que o defendem, mas entendo que seus seguidores, poderiam conhecê-lo melhor, ao invés de entrar em modismo. Bolsonaro é contra: os direitos humanos, indígenas, igualdade de gênero e homossexuais. E ainda a favor de tortura e golpe militar. O que teria de novo nele? ainda o acho despreparado para o cargo de presidente”.
O ativista de esquerda, Francisco Phantio, também registrou sua posição ao afirmar: “Na verdade a democracia permite livre manifestações política e ideológica, mas as pessoas estão se apropriando de uma falsa liberdade social. A eleição do Trump acendeu isso. Bolsonaro deu voz a esse tipo de Brasileiros, como um cara que diz que não estrupa a colega por que ela é feia? Diz que fraquejou por ter tido uma filha mulher e ainda afirma, que é injusto mulher ganhar salario enquanto está de licença maternidade. Homenagear um cidadão como tal é como reacender esses pensamentos e colocar o Brasil em um rumo perigoso. Quais propostas defende mesmo o Bolsonaro? Não entende nada de economia, educação. Será que garantir direito de cada cidadão comprar um revólver é proposta para ser presidente? Bolsonaro tem quase 30 anos de vida mansa, sem nunca ter tido a coragem de ser candidato a prefeito ou governador do Rio. Voltando a falar dos outdoor, cada um passa a vergonha que acha que aguenta.
Nas redes sociais os ânimos, se acirram ainda mais. E ocorrem até ofensas, de ambas as parte. Acusações e insinuações fortes marcam o debate, que foge das ideias e exacerba paixões, dos dois lados. Em umas das postagens, do Jornalista Patrick Tavares, chegou a ter mais de 300 comentários e 81 compartilhamentos.
O movimento que ganha corpo a cada dia, tem se multiplicado e gerado uma onda social, que se alimenta da insatisfação popular, e da descrença na classe política e nas instituições. Em Cruzeiro do Sul, já há até, procura por camisetas estilizadas com a marca Bolsonaro2018, e campanhas em redes sociais, como: “Bolsomito” e “é melhor já ir se acostumando”, são replicadas diariamente por seus seguidores.
Onde vai dar essa onda, só saberemos no próximo ano. Fato é que, por aqui, os ânimos estão quentes em torno do tema. Como registramos em imagens dos comentários nas redes sociais:

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Mais lidas da semana

Subir