Acre

FESTIVAL DA FARINHA NÃO TERÁ SHOW DE RENOME NACIONAL POR FALHA DA PREFEITURA DE CRUZEIRO DO SUL

Zequinha Lima, Ilderlei Cordeiro
Anunciado pelo prefeito Ilderlei Cordeiro, para acontecer entre os dias 27 a 30 de setembro, o festival da farinha é aguardado com grande expectativa pela população cruzeirense. Mas, antes mesmo de sair do papel o festival já sofreu um duro golpe. Estava no planejamento inicial, e era esperada, uma grande atração de renome nacional, para o encerramento das festividades. A deputada federal Jéssica Sales, já teria até, intermediado junto ao ministério do turismo recursos para esse fim. 
Ocorre que a equipe da prefeitura municipal de Cruzeiro do Sul, pasmem, perdeu todos os prazos legais exigidos pelo ministério do turismo, para a liberação dos recursos. Ao contrário, se serve de parâmetro, da prefeitura de Tarauacá, que a pedido da prefeita, Marilete Vitorino, a deputada Jéssica Sales, intermediou e liberou, R$ 150.000,00 (cento e cinqüenta mil reais) para o festival do Abacaxi, já que aquele municipal, cumpriu todos os prazos legais exigidos pelo ministério. 
O coluna apurou que, a secretaria municipal de cultura, Daiana Maia, chegou a entrar em contato com duas empresas do ramo de entretenimento, para que uma delas, executassem os serviços do show de encerramento do festival. Ambas as empresas, fizeram contato, com artistas nacionais, e nomes como: o cantor Pablo e até Amado Batista, foram sondados.
O próprio prefeito Ilderlei Cordeiro,  teria sondado, pessoalmente, a possibilidade de agenda de alguns artistas. Porém, quando tudo estava combinado com a empresa, que realizaria o evento, o prefeito descobre que a equipe técnica da secretária municipal de cultura, teria perdido os prazos legais de apresentação do projeto junto a AMAC, e consequentemente ao ministério, e que, por isso os recursos não poderiam ser liberados.
A Coluna entrou em contato com a deputada Jéssica Sales, que prontamente, respondeu a nossa reportagem. Através da sua acessória de Comunicacão enviou imail, confirmando ter, a pedido da prefeita Marilete, intermediado a liberação dos recursos para o festival do Abacaxi de Tarauacá. Disse ainda, que os recursos referentes a Cruzeiro do Sul realmente não puderam ser liberados, porque não foram cumpridos os prazos do ministério do turismo. E, recomendou que fizéssemos contato com a AMAC, para maiores informações sobre o projeto, a associação dos municípios do acre, também confirmou a versão da deputada.
A Coluna entrou em contato com o assessor de comunicação da prefeitura, Neto Vitalino, que até o fechamento da matéria, não atendeu nossas ligações.
Segue abaixo reposta da assessoria de comunicação da deputada Jéssica Sales.
Luiz Carlos, bom dia!
Os recursos alocados pela Deputada Jéssica Sales, para o município de Cruzeiro do Sul estão todos vigentes , empenhados e aguardando aprovação para pagamento.
Com relação a propostas para festivais, não são de emendas, são recursos do próprio ministério do Turismo.
Ela intercedeu  pelo empenho  da proposta de Tarauacá, a pedido da prefeita Marilete ,  porque a prefeitura  já havia cumprido todas  as exigências  documentais.
Da parte da deputada, não houve transferência de recurso de um festival para outro, até porque todos os municípios podem  pleitear. Cabe  à  parlamentar interceder para dar celeridade à análise e  após aprovadas, intercede pela priorização do empenho (garantia do recurso).
Sobre a  situação da proposta do Festival de Cruzeiro do Sul, recomenda entrar em contato com a AMAC, que é a responsável pela gestão dos convênios das prefeituras.
Att.:
Mariano Maciel
Assessor de Comunicação
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Mais lidas da semana

Subir