Acre

Em dia de boatos, Rocha nega vinda de Marivaldo para ser vice de Gladson pelo PSDB

O deputado federal Major Rocha (PSDB) foi rápido e incisivo ao desmentir um boato sobre a vinda do presidente do Basa, Marivaldo Gonçalves de Melo, para ser candidato à vice governador pelo partido dos tucanos na coligação com os demais partidos da oposição. O parlamentar disse desconhecer qualquer tratativa sobre o tema.

“Não existe resposta sobre esta informação, pois o PSDB já reiterou sua posição em relação ao tema e não mais participa de qualquer discussão sobre à indicação do candidato à vice-governador na chapa de oposição”, reafirmou Rocha.

O deputado frisou inclusive ter sido a questão superada e sobre a qual já existe uma posição definida em reunião da diretoria regional do partido, encerrando o caso. “Reiteramos: O PSDB não participa mais do processo de escolha de vice”, ressaltou Rocha.

Imposição dos empresários acreanos ou boato?

O boato veio a público no fim da manhã desta quarta-feira (25), dando conta de que uma reunião entre os senadores Sérgio Petecão (PSD) e Gladson Cameli (PP) teria acertado a ida de Marivaldo para o PSDB, partido pelo qual integraria a chapa de Cameli e, no caso de vitória, seria o secretário de Fazenda.

A movimentação seria uma resposta a um movimento capitaneado pelos empresários locais e por uma entidade de representação destes em resposta aos pesados encargos e burocracia petista para o setor.

“O Marivaldo é um bom nome e um excelente profissional e não há nada a desaboná-lo, mas para o PSDB é uma questão definida e sobre a qual o partido não deseja mais tratar. Mas ressaltamos: sequer sabemos se esta reunião existiu de fato ou se é apenas um boato criado por setores interessados em criar mais discussão no grupo oposicionista”, complementou o deputado tucano.

Assessória

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Subir