Acre

Debandada em Bujari Prefeito, ex-prefeito João Padeiro e filho podem desembarcar no PP de Gladson Cameli

Depois de perder apoios importantes como o do casal Vieira (ex-prefeita de Sena Madureira,Toinha, e o ex-deputado Zé Vieira) e do prefeito de Senador Guiomard, André Maia (PSD), o PP do senador Gladson Cameli vai levar para suas fileiras, de uma só tacada, o prefeito do município do Bujari, Romualdo Araújo (PC do B), o ex-prefeito João Edivaldo Teles, o Padeiro (PSB), e o filho deste, Neto Padeiro (PSB), que foi candidato a prefeito nas últimas eleições.

Uma fonte, que pediu para não ter o nome revelado, disse ainda que o ex-prefeito João Padeiro será pré-candidato a deputado estadual. “Formou-se um forte grupo que, de imediato, quer eleger um deputado estadual nas eleições do próximo ano”, disse. Há alguns dias, o ex-prefeito, que teve alguma contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estadual, queixou-se de um certo “abandono político”.

Ao assumir a prefeitura de Bujari em 2008, sucedendo Michel Marques (PT), Padeiro foi obrigado a despachar debaixo de uma árvore, que fica em frente o prédio da sede municipal, porque o seu gabinete, que saqueado, além da bagunça deixada, tinha com fezes espalhadas pelo chão.
A reportagem tentou falar com o presidente do PP, José Bestene, para confirmar as adesões. No entanto, o número de seu celular, 999XX-23XX, estava na caixa de mensagem.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Subir