Cruzeiro do Sul

Desce daí Venâncio!

Venâncio era uma personagem conhecido em Rio Branco por não ser dado à verdade. Sempre que alguém contava uma mentira, o interlocutor saia com essa: “Desce dai, Venâncio!”.
Temos uma espécie de “Venâncio” nos tempos atuais da política acreana. Trata-se do pré-candidato ao governo Gladson Cameli.

Em recente reunião em Cruzeiro do Sul, Cameli teria dito que, junto com a bancada federal, estaria liberando a quantia de R$ 39 milhões para serem investidos em Segurança Pública.
Gladson “venansou”. Mais uma vez falou sobre o que não sabe. Se gostasse da verdade, deveria ter dito que o governo de Michel Temer, a quem devota apoio incondicional, deixou de liberar a emenda de bancada em mais de R$ 70 milhões. O dinheiro foi prometido, mas não chegou um real.

O dinheiro do qual Cameli quer ganhar o crédito é, na verdade, proveniente do Fundo Penitenciário, de 2016 e 2017.
A liberação dos recursos desse Fundo Penitenciário está prevista em lei. A transferência para os estados é obrigatória e independente de convênio ou quaisquer outros tipos de instrumentos.

Apesar de obrigatória, porém, essa liberação só ocorreu efetivamente porque houve decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Essa é a verdade.
Cameli já demonstrou em diversas oportunidades que não leva segurança pública a sério. Não participou do encontro histórico realizado no Acre, em outubro do ano passado, para debater a violência e o tráfico na fronteira. Por ai se observa a postura do Venâncio.

A população do Acre tem observado que esse é um tema que vem sendo enfrentado com altivez e determinação pelo governador Tião Viana, que conta com a abnegação das nossas forças policiais.
É cristalino que o governo federal não cumpre com a sua missão de proteger as nossas fronteiras, que são portas escancaradas para a passagem da droga que destroem uma geração.
Por fim, por dever de Justiça, é bom destacar que, além de Tião Viana, os senadores Jorge Viana e Sérgio Petecão manifestam interesse em encontrar caminhos e soluções para conter a violência.

Por isso, sempre que o senador Gladson falar alguma coisa, corre o risco de ouvir a famosa frase: “Desce dai, Venâncio!”.

Informações Juruá em Tempo

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Mais lidas da semana

Subir