Acre

Casa de farinha automatizada será implantada em Plácido de Castro

Em parceria com a iniciativa privada a Prefeitura de Plácido de Castro com o apoio da Seaprof deve instalar na Vila Campinas até dezembro deste ano a primeira Casa de Farinha automatizada do município.

A vontade partiu do prefeito Gedeon Barros depois de visitar a experiência em Xapuri a convite do secretário da Seap, José Carlos Reis.

“Nosso município tem toda estrutura para fazer a melhor farinha do Alto Acre. Temos terra a vontade e um povo trabalhador”, disse.

Gedeon foi na iniciativa privada buscar apoio e o casal de empresário do município de Acrelândia, Benedita Martins e Girley Teixeira toparam o desafio de montar a casa de farinha.

“O prefeito foi muito convicente e estamos decidido a entrar nesse projeto”, disse Benedita.
Serão investidos na estrutura da casa de farinha cerca de R$ 100 mil reais. Será necessário o plantio de pelo menos 250 hectares de mandioca somente no primeiro ano.

O Secretario Adjunto da Seap com atuação na cadeia da Mandioca, Fernando Melo ajudou na articulação do projeto.

“Será uma nova realidade para a comunidade aqui de Campinas. Esse investimento deverá alavancar a economia da região”, disse.

De início cerca de uma tonelada de farinha por dia serão produzidos, cerca de 60 agricultores já procuraram a Secretária de Agricultura em busca de informações para futuras parcerias.

“O local aonde irá funcionar a produção da farinha já foi alugado, a expectativa agora é agilizar a compra das manivas para o plantio da mandioca” , disse o secretário de Agricultura de Plácido de Castro, Ruy Braga.

Assessória

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Subir