Acre

CAMARA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL VOTARÁ PARECER DO TRIBUNAL DE CONTAS QUE RECOMENDA REPROVAÇÃO DAS CONTAS DO EX-PREFEITO VAGNER SALES

Vagner Sales
Chegou a camara municipal de Cruzeiro do Sul, e está para ser votado, o parecer do tribunal de contas  do Acre (TCE), que pede a reprovação das contas do ex-prefeito cruzeirense. O parecer da conselheira Dulcinéia Benício, versa sobre as contas do exercício 2010, quando Vagner Sales ainda era o prefeito do município.
O tribunal de contas do Acre, acolheu por unanimidade, o parecer da conselheira Dulcinéia Benício de Araújo, sobre o processo n 14.780.2011-50-TCE, que recomenda a reprovação das contas de Vagner Sales, no ano de 2010. No parecer, são apresentadas diversas irregularidades como: omissão de informações a previdência social, falta de repasse de arrecadação previdenciária, contratação irregular de servidores e não comprimento dos limites de gastos. E que, por isso, conforme recomenda a constituição do estado do Acre, o tubunal remeteu a camara municipal para o julgamento definitivo do paracer. 
O parecer pela reprovação das contas de Vagner Sales, esta na pauta de votação da camara municipal de Cruzeiro do Sul. Já foram baixadas as comissões necessárias, e está pronto para ser votado. A votação requer um corum qualificado de 2/3 da casa para a rejeição do parecer, o que significa pelo menos, 9 dos 14 vereadores, votando contra o TCE e a favor de Vagner Sales. Por outro lado, a oposição precisa de apenas 5 votos para a manutenção do parecer do tribunal.
A votação promete um forte embate político entre os vereadores, da base e da oposição, já que disso depende o futuro político do ex-prefeito Vagner Sales, que, pela lei da ficha limpa (lei 135/2010), e decisão do STF (RE 848886), caso tenha suas contas reprovadas pela câmara municipal, pode ficar inelegível, por até oito anos. Até o fechamento da matéria, PDT, PSL, PHS e PT já haviam fechado questão em torno da manutenção do parecer do TCE.
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Mais lidas da semana

Subir