Acre

Após declaração do Secretário de Segurança do Acre, Coronel Ulisses afirma: “NÃO PRECISAMOS NOS ACOSTUMAR COM A GUERRA ENTRE FACÇÕES COISA NENHUMA.”

Nos últimos dias o Acre virou um palco sangrento da criminalidade, foram 14 mortes violentas por execução e mais 18 pessoas feridas a balas num intervalo de 48 hora em todo o Estado.

O Secretário de Segurança Pública do Acre(Sesp-AC), Vanderlei Thomas,
em entrevista à Rádio CBN Rede Amazônica, dirigiu a palavra a sociedade dizendo que: “Precisamos nos acostumar com a guerra entre facções”.

Diante do ocorrido nos últimos dias e da declaração do Secretário, o pré- candidato ao Governo do Estado, Coronel Ulysses, afirma: “Não precisamos nos acostumar com a guerra entre facções coisa nenhuma.”

Em sua página no Facebook, Coronel Ulisses relatou toda sua indignação com o que foi dito pelo Secretário e pela falta de posicionamento do próprio Governador.

“O GOVERNADOR é o responsável pela segurança e pela vida das pessoas sobre a qual ele governa. Não pode vir a público através do seu Secretário de Segurança Pública falar para “nos acostumar” com a violência, enquanto ele mesmo aumenta a sua segurança pessoal…”, disse Ulysses.

Leia o texto na íntegra na página do Facebook do Coronel Ulysses:https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=2039587986301783&id=1700068513587067

Ulysses Araújo que passou 15 dias na estrada, visitando todos os municípios do vale do Juruá, ver crescer sua pré-candidatura exatamente na ineficiência do estado diante da criminalidade crescente no Acre.

O Coronel tem como plataforma de trabalho o combate à violência e a abertura do estado para o desenvolvimento.

Com essa onda crescente de violência no Acre e com uma declaração infeliz do Secretário de Segurança Pública, chamando a sociedade para se acostumar com essa guerra entre facções, o governo coloca na boca do Coronel Ulysses o discurso para o crescimento da sua pré-candidatura.

Coronel Ulysses vem nadando em céu de brigadeiro com sua pré-candidatura, de um lado ancorado na onda crescente do seu presidenciável Bolsonaro e por outro lado a onda da criminalidade crescente, somado a ineficiência do governo e a barbeiragem do Secretário de Segurança Pública, são fatores que só ajudam a colocar Ulysses e seu projeto de governo na ordem do dia.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Mais lidas da semana

Subir